CartaExpressa,Sociedade

Rio: Polícia prende suspeito branco por furto bicicleta no Leblon

Rio: Polícia prende suspeito branco por furto bicicleta no Leblon

Créditos: Reprodução

Créditos: Reprodução

Os policiais do 14º DP do Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, prenderam preventivamente nesta quinta-feira 17 o suspeito de ter roubado a bicicleta do casal Mariana Spinelli e Tomás Oliveira, na tarde do último sábado 12.

Os policiais tiveram acesso a um vídeo em que mostra o suspeito — Igor Martins Pinheiro, um jovem branco — perto de em uma esquina próxima ao local em que a bicicleta do casal estava parada. As imagens o mostram arrombando o cadeado, montando na bicicleta e pedalando. A ação não durou dois minutos.

 

De posse das imagens, os policiais foram à casa de Igor, um apartamento em Botafogo, também na zona sul da cidade. No local, foram encontrados a bermuda que ele usava no momento do furto e ferramentas utilizadas na ocasião, como um alicate para romper cadeados. Ainda de acordo com os policiais, Igor possui 28 anotações criminais, 14 delas por furto a bicicletas.

No dia do ocorrido, o casal acusou o instrutor de surfe Matheus Ribeiro, um jovem negro, de ter sido o autor do furto. Matheus estava com uma bicicleta —  idêntica à deles, segundo o casal —  esperando por sua namorada em frente ao Shopping Leblon quando foi abordado pelos dois, que insinuaram que a bicicleta dele era objeto de furto. Matheus registrou o fim da discussão em suas redes sociais e acusou o casal de racismo. Na delegacia, Mariana e Tomás negaram que tenham abordado o instrutor de surfe pela cor de sua pele, mas sim pela coincidência da bicicleta.

O caso repercutiu fortemente nas redes sociais e o casal perdeu os empregos.

 


Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem