CartaExpressa,Sociedade

Acusado sem provas de roubar bicicleta, jovem negro denuncia racismo

Acusado sem provas de roubar bicicleta, jovem negro denuncia racismo

Créditos: Reprodução Redes Sociais

Créditos: Reprodução Redes Sociais

O instrutor de surfe Matheus Ribeiro acusa um casal no Leblon de cometer racismo contra ele. No domingo 13, Matheus aguardava por sua namorada, em frente ao Shopping Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, quando foi abordado por um casal acusando-o de ter roubado a bicicleta elétrica em que estava. A bicicleta era de Matheus.

O jovem fez um relato do ocorrido em suas redes sociais e filmou o desfecho da discussão, quando o casal pede desculpas a Ribeiro, e nega tê-lo causado de roubo.

Em suas redes sociais, Matheus relatou o ocorrido:

“Na tarde de ontem, dia dos namorados, eu estava esperando minha namorada em frente ao Shopping Leblon, quando do nada me aparecem esses dois jovens com as seguintes frases: ‘Você pegou essa bicicleta ali agora, não foi?’. ‘É sim, essa bicicleta é minha’, replicou a jovem moça”.

Ainda no relato, a vítima disse que só conseguiu provar a posse legal da bicicleta, quando o rapaz que o acusava tentou abrir o cadeado da trava da bicicleta com a chave que tinha em mãos, sem sucesso. “Frustrado com a sua tentativa, ele diz que não me acusou, afinal, o rapaz estava só perguntando”, escreveu Matheus.

“E pra você, que é pretin igual eu, seja cuidadoso ao andar em lugares assim. Eles vão te culpar, pra depois verem o que aconteceu”, acrescentou a vítima em sua publicação.

O término da discussão foi registrado em vídeo e publicado nas redes sociais.

 

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem