CartaExpressa,Política

Pacheco diz não antever fundamentos jurídicos para impeachment de ministro do STF

Pacheco diz não antever fundamentos jurídicos para impeachment de ministro do STF

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse na noite desta sexta-feira 20 que não antevê fundamentos técnicos, jurídicos e políticos para impeachment de ministro do Supremo Tribunal Federal.

 

 

Horas antes, o presidente Jair Bolsonaro entregou ao Senado o prometido pedido de impedimento do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. O documento foi recebido pelo gabinete de Pacheco.

O senador afirmou que analisará o pedido, já que o encaminhamento técnico e jurídico tem de ser feito, “em respeito a todas as iniciativas que existem, ao direito de todo e qualquer brasileiro de pedir”.

“Mas eu terei muito critério nisso, e sinceramente não antevejo fundamentos técnicos, jurídicos e políticos para impeachment de ministro do Supremo, como também não antevejo em relação a impeachment de presidente da República. O impeachment é algo grave, algo excepcional, de exceção e que não pode ser banalizado. Mas cumprirei o meu dever de, no momento certo, fazer as decisões que cabem ao presidente do Senado”, declarou Pacheco.

Ele ainda disse que não irá se render “a nenhum tipo de investida que seja para desunir o Brasil”.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem