CartaExpressa

Não vamos tolerar que milícias desrespeitem a vontade soberana do povo, reforça Moraes

Ministro eleito como novo presidente do TSE fez discurso em defesa da democracia e por ‘eleições limpas, seguras e transparentes’

O ministro Alexandre de Moraes, do STF e do TSE. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
O ministro Alexandre de Moraes, do STF e do TSE. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O ministro Alexandre de Moraes, presidente eleito do Tribunal Superior Eleitoral, discursou na noite de terça-feira 14 após confirmada sua escolha para o comando da Corte. O magistrado reforçou que os brasileiros merecem em eleições eficientes, seguras, transparentes e com respeito à soberania popular.

“A Justiça Eleitoral não tolerará que milícias, pessoais ou digitais, desrespeitem a vontade soberana do povo e atentem contra a Democracia no Brasil”, afirmou Moraes em um dia que o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a atacar ministros do do Supremo Tribunal Federal e o sistema eleitoral brasileiro.

Moraes também ressaltou que o TSE conta com o apoio dos demais poderes e órgãos no fortalecimento da democracia. “Inclusive o Ministério Público Eleitoral, a Polícia Federal e as Forças Armadas, instituição séria, competente e parceira historicamente do Poder Judiciário no auxílio da realização e segurança das eleições nos mais longínquos rincões do Brasil”, disse.

O ministro ocupará o cargo pelos próximos dois anos. A votação de terça também marcou a escolha do ministro Ricardo Lewandowski como vice-presidente. A eleição para os cargos da Presidência do TSE seguem um rito formal. Os magistrados chegam a votar em urnas eletrônicas, mas todos seguem a regra de eleger para presidente o atual vice.

Durante os primeiros meses à frente da presidência, Moraes enfrentará o desafio de conduzir o processo eleitoral, sem que haja incidentes graves à lisura da votação, e assegurar o cumprimento do slogan de gestão do atual presidente do TSE: de que haverá “paz e segurança nas eleições”.

“O momento é de união, esperança e fortalecimento da democracia, único regime onde todo poder emana do povo e em seu nome será exercido, por meio de eleições limpas, seguras e transparentes”, acrescentou Moraes.

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.