CartaExpressa,Mundo

Morre Donald Rumsfeld, arquiteto da invasão norte-americana ao Iraque

Morre Donald Rumsfeld, arquiteto da invasão norte-americana ao Iraque

George W. Bush e Donald Rumsfeld. Foto: AFP

George W. Bush e Donald Rumsfeld. Foto: AFP

Morreu nesta quarta-feira 30, aos 88 anos, o ex-secretário de Defesa dos Estados Donald Rumsfeld. A família não divulgou a causa da morte.

Rumsfeld chefiou o Pentágono durante o governo de George W. Bush e foi o arquiteto das guerras no Iraque e no Afeganistão. A invasão ao Iraque, inclusive, gerou as maiores críticas ao ex-secretário.

Não são raros os relatos de abuso de autoridade por parte de norte-americanos na prisão de Abu Ghraib. As imagens dos abusos vieram à tona em 28 abril de 2004, quando dominaram a programação das TVs dos Estados Unidos.

“Nesse dia o mundo soube que o exército dos EUA torturava e maltratava cruelmente os seus prisioneiros. O nome da prisão se converteria em símbolo de ocupação e a tortura ali praticada constituiria o mais sério dano moral causado à credibilidade global de Washington”, escreveu em CartaCapital José Sócrates, ex-primeiro-ministro de Portugal, em 21 de setembro de 2019.

Rumsfeld também foi secretário de Defesa do presidente Gerald Ford, de 1975 a 1977. Ele ainda trabalhou como chefe de gabinete de Ford na Casa Branca e como embaixador da Organização do Tratado do Atlântico Norte nos governos de Ford e Richard Nixon.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem