CartaExpressa

‘Moro é o bolsonarismo do B. É uma coisa fake’, dispara tucano que não acredita em 3ª via

Vice de Aécio em 2014, o tucano avalia positivamente possíveis alianças de Lula com Alckmin e PSD: ‘Movimento correto do ponto de vista político’

(Foto: Marcelo Camargo/Ag Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Ag Brasil)
Apoie Siga-nos no

Um dos quadros mais antigos do PSDB e vice na chapa de Aécio Neves em 2014, Aloysio Nunes não poupou críticas ao ex-juiz Sergio Moro (Podemos) em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo desta sexta-feira 11. Na conversa, disse ainda considerar ‘muito difícil’ um crescimento da terceira via e avaliou positivamente as movimentações eleitorais do ex-presidente Lula (PT).

Questionado sobre a força da candidatura de Moro, Aloysio foi direto: “Moro é o bolsonarismo do B. Qual credencial ele tem para ser presidente da República?”, respondeu, devolvendo o questionamento.

“É um juiz de primeira instância, com sentenças altamente contestadas e que se valeu do seu cargo para galgar posições políticas. A plataforma dele foi para a conquista do poder. Não sabe nada do Brasil. É uma coisa fake, mas é um abrigo para o bolsonarismo desiludido”, avaliou em seguida.

O tucano tratava da sua compreensão sobre as chances de vitória de um candidato da chamada terceira via quando foi questionado sobre o ex-juiz. O PSDB, partido que Aloysio integra há décadas, lançou o governador de São Paulo João Doria para a disputa. Sobre o correligionário, ele tece elogios, mas indica não estar confiante com a candidatura.

“O Doria vai crescer nas pesquisas. Ele faz um bom governo”, avaliou em um determinado momento. Mais adiante, disse que o PSDB ‘não é mais uma referência nacional’. Em outro trecho concluiu: “Muito difícil [a terceira via ter viabilidade eleitoral]. A única hipótese de a terceira via vingar é tirando votos do Bolsonaro. O voto do Lula está muito consolidado”.

Sobre Lula, com quem ele conversou recentemente, Aloysio voltou a elogiar as movimentações eleitorais. Para ele, tanto a aproximação com Geraldo Alckmin, quanto a tentativa de aliança com o PSD são ‘movimentos corretos de Lula’.

“É um movimento correto do ponto de vista político, tanto da parte do Geraldo Alckmin quanto do Lula. O Lula sabe que precisa caminhar para o centro. É por onde ele tem que crescer para ganhar no primeiro turno. Para isso, há essa tentativa de ter o apoio de um grande partido nacional estruturado que é o PSD”, afirmou o tucano.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.