CartaExpressa

Moraes, do TSE, dá 24 horas para o PL apresentar auditoria das urnas do 1º turno

O despacho responde à ação protocolada por Jair Bolsonaro, que pede, sem provas, a anulação dos votos do 2º turno em urnas com “mau funcionamento”

Alexandre de Moraes arca agora com seu indispensável papel - Imagem: Marcelo Camargo/ABR
Apoie Siga-nos no

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, determinou que o PL apresente, em 24 horas, o resultado da auditoria das urnas no primeiro turno das eleições.

“As urnas eletrônicas apontadas na petição inicial foram utilizadas tanto no primeiro turno, quanto no
segundo turno das eleições de 2022. Assim, sob pena de indeferimento da inicial, deve a autora aditar a petição inicial para que o pedido abranja ambos os turnos das eleições, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas”, escreveu Moraes.

O despacho é uma reação à representação protocolada pela Coligação Pelo Bem do Brasil, do candidato derrotado Jair Bolsonaro, que pede, sem provas, a anulação dos votos do segundo turno em urnas com suposto “mau funcionamento”. A ação é baseada em um relatório da auditoria das urnas feito pelo Instituto Voto Legal a pedido do PL.

O documento alega que supostas “desconformidades irreparáveis de mau funcionamento” foram comprovadas nos modelos de urnas UE2009, UE2010, UE2011, UE2013 e UE2015. Diz, ainda, que “os votos válidos e auditáveis do Segundo Turno do pleito eleitoral de 2022 atestam resultado diferente daquele que anunciado por esse Tribunal Superior Eleitoral”, e sugerem que Bolsonaro teria vencido as eleições com 51,05% dos votos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar