CartaExpressa

Moradores de Fortaleza coletam alimentos de caminhão de lixo

Moradores de Fortaleza coletam alimentos de caminhão de lixo

O caso aconteceu em frente a um supermercado no bairro Cocó, área nobre da cidade e foi registrado por um motorista de aplicativo no domingo

Créditos: Reprodução

Créditos: Reprodução

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um grupo de pessoas catando restos de alimentos de um caminhão de lixo em Fortaleza. O caso aconteceu em frente a um supermercado no bairro Cocó, área nobre da cidade, e foi registrado por um motorista de aplicativo no domingo 17.

Ao G1, um  funcionário do estabelecimento que preferiu não se identificar afirmou que as cenas são corriqueiras, sobretudo depois da pandemia, e que crianças também participam do recolhe dos alimentos descartados.

 

 

“É isso aí que você vê no vídeo. Faz pena ver essas pessoas nessa situação humilhante. São idosos e até crianças, algumas vezes. As crianças chegam a entrar no caminhão. Os próprios lixeiros ficam sensibilizados. Alguns chegam até ajudar”, disse à reportagem.

“Eram catadores que procuravam material para ser reciclado. Hoje o que vemos aqui é gente atrás de se alimentar. Eles pegam tudo. Hortaliças, mortadela, pão vencido e também as frutas. Uma cena de cortar o coração”, lamentou o funcionário.

Pelo menos 116,8 milhões de brasileiros convivem com algum grau de insegurança alimentar no País. Os dados são do fim de 2020 e foram coletados pelo Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia de Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan).

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem