CartaExpressa

Mario Frias diz que operação da PF contra Sérgio Reis ‘compromete a cultura nacional’

Secretário especial de Cultura criticou mandado de busca e apreensão autorizado pelo Supremo Tribunal Federal

O secretário especial de Cultura, Mario Frias. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O secretário especial da Cultura, Mario Frias, manifestou solidariedade com o cantor Sérgio Reis, alvo de operação da Polícia Federal autorizada pelo Supremo Tribunal Federal nesta sexta-feira 20. Em publicação nas redes sociais, Frias declarou que o mandado do STF contra o artista “compromete a cultura nacional”.

No post, Frias incluiu uma foto de Sérgio Reis.

“Quando um artista da relevância e da importância do Sérgio Reis é tratado como uma ameaça ao Estado de Direito, isso compromete a cultura nacional, pois não há cultura artística sem liberdade. Deus projeta nossa nação”, escreveu o secretário.

A pedido da Procuradoria-Geral da República, o STF autorizou a PF a cumprir um mandado de busca e apreensão contra Sérgio Reis e o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), por suspeita de incitação a práticas violentas e ameaçadoras à democracia.

Dias atrás, Sérgio Reis provocou polêmica por afirmar em um vídeo que os caminhoneiros paralisariam o País em setembro se o Senado não afastasse ministros do STF.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar