CartaExpressa,Economia,Política

Lira reclama de preços do gás e da gasolina: ‘O Brasil não pode tolerar’

Lira reclama de preços do gás e da gasolina: ‘O Brasil não pode tolerar’

Presidente da Câmara dos Deputados afirma que diretor da Petrobras é 'bem pago' para buscar soluções

Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados. Foto: Alan Santos/PR

Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados. Foto: Alan Santos/PR

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira 28 que “a pressão no preço dos combustíveis é insustentável”. A manifestação do parlamentar veio após a Petrobras anunciar um aumento no valor do diesel nas refinarias.

De acordo com o deputado, a Câmara está “trabalhando para retomar a economia”. “Amanhã, vamos colocar alternativas em discussão no Colégio de Líderes. O fato é que o Brasil não pode tolerar gasolina a quase R$ 7 e o gás a R$ 120”, escreveu Lira em uma rede social.

O deputado disse ainda ter certeza de que o diretor da Petrobras Cláudio Mastella é “bem pago” para buscar  soluções que não se limitem apenas ao repasse frequente da desvalorização do barril de petróleo.

 

Na segunda-feira 27, o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, rejeitou promover qualquer mudança na política de preços da empresa.

“Com relação a tendências futuras, é muito complexo tomar uma posição, se vai baixar ou não vai, particularmente em relação à gasolina”, afirmou Luna em entrevista coletiva.

Já o presidente Jair Bolsonaro preferiu colocar a culpa pela alta dos combustíveis no PT.

“Estava discutindo hoje a questão do combustível no Brasil. É no mundo todo o problema, não é só aqui, não. A pandemia desajustou a economia. Agora, tem agregada a isso uma carga tributária imensa”, afirmou Bolsonaro.

“Não posso fazer milagre. Quem arrebentou com a Petrobras foi o PT. Mais de 200 bilhões de reais gastos com refinarias que não aconteceram. É a conta para quem bota combustível no carro pagar”, acrescentou.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem