CartaExpressa

‘Houve uma potencialização da tal pandemia’, diz Bolsonaro no dia das 600 mil mortes

O ex-capitão tornou a alegar que o Brasil ‘é um dos países que menos sofreram na economia por ocasião da pandemia’

Foto: Reprodução/TV Brasil
Foto: Reprodução/TV Brasil
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a minimizar, nesta sexta-feira 8, a gravidade da Covid-19. No dia em que o País chegou a 600 mil mortes pela doença, o ex-capitão disse que houve “potencialização” da “tal pandemia”, durante a 1ª Feira Brasileira do Nióbio, em Campinas (SP).

No início do discurso, alguns dos presentes protestaram contra o presidente, ao que apoiadores responderam com vaias. Na sequência, Bolsonaro atacou os manifestantes e disse que abandonaria o local “se ela [uma das mulheres que o criticaram] me responder quanto é 7×8”. Ainda afirmou que os participantes da feira que o questionaram “são dignos de pena” e que “temos dó das pessoas que agem dessa maneira”.

“Em parte dá certo o nosso governo, apesar da tal da pandemia, que houve uma potencialização, em que pesem as mortes. Lamentamos as mortes, mas houve uma politização enorme”, afirmou. “Se comparar meu perfil de ministros com os anteriores, há uma brutal diferença”.

Bolsonaro tornou a alegar que o Brasil “é um dos países que menos sofreram na economia por ocasião da pandemia”.

“Eu fui alijado da possibilidade de ter um plano para combater a pandemia. Esse poder foi dado a governadores e prefeitos. Eu sempre disse que não podemos dissociar o combate ao desemprego do combate ao vírus. Se era para achatar a curva, que curva é essa que durou mais de um ano?”, acrescentou, em uma nova tentativa de responsabilizar estados e municípios pelo avanço da inflação. “As consequências estão aí”.

O presidente ainda declarou que “o mais difícil é se manter no poder” e que “é o tempo todo desgaste”.

“Uma CPI que é um circo. Tentam nos acusar do que não fizemos. Onde vai acabar isso? Quem perde com isso?”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.