CartaExpressa

Haddad quer transferir a rejeição dele para Ciro Gomes, diz presidente do PDT de SP

Dirigente partidário descarta aliança do partido com o PT no estado e revela que há possibilidade de apoio a França, Alckmin e Boulos

Foto: PDT
Foto: PDT
Apoie Siga-nos no

O presidente do PDT de São Paulo, Antônio Neto, descartou nesta terça-feira 16 qualquer possibilidade de aliança entre o partido e Fernando Haddad (PT) para a disputa do governo do estado.

Em entrevista ao UOL, o petista chegou a afirmar que gostaria de contar com o apoio PSB, PCdoB e do PDT na eleição do ano que vem.

“Acho que o Haddad está meio confuso. Primeiro, ele dá muita porrada na gente e agora vem dizer que quer conversar conosco. Ele está querendo transferir a rejeição dele para o Ciro [Gomes] em São Paulo”, disse Neto em conversa com CartaCapital.

“Eu acho um absurdo. Qualquer aliança em São Paulo passa pela aliança com o Ciro e com nosso projeto nacional de desenvolvimento. Como a gente sabe que esses caras só querem aliança em torno deles, não há condição”, acrescentou o dirigente partidário.

De acordo com o pedetista, a legenda discute alianças com três candidatos: Márcio França (PSB), Geraldo Alckmin (de saída do PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL). Mas, para que se concretize, será preciso que o escolhido ceda o palanque exclusivamente ao presidenciável do partido.

“Tudo pela pela aliança nacional. Se a gente não tiver aliança, teremos candidatura própria”, revelou.

 

Alisson Matos

Alisson Matos Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.