CartaExpressa,Política

‘Trabalhamos em sintonia’, diz Queiroga após Bolsonaro pregar o fim do uso de máscaras por vacinados

‘Trabalhamos em sintonia’, diz Queiroga após Bolsonaro pregar o fim do uso de máscaras por vacinados

'Para isso precisamos vacinar a população brasileira e avançar', disse o ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que o governo desobrigará o uso de máscaras por vacinados e recuperados da Covid-19.

“Queremos que [o não uso da máscara] seja o mais rápido possível, mas para isso precisamos vacinar a população brasileira e avançar”, disse Queiroga em entrevista coletiva.

Ele também negou que Bolsonaro o tenha pressionado a avalizar a medida, em flagrante contraposição à recomendação de especialistas.

“O presidente não me pressiona, não. Eu sou ministro dele e nós trabalhamos em absoluta sintonia. E assim funcionam as democracias, o regime presidencialista. E o presidente sempre nos aconselha de maneira muito própria. E eu levo a ele os subsídios para que tenhamos as melhores decisões em relação à saúde pública”, acrescentou Queiroga.

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem