CartaExpressa

Ernesto Araújo e blogueiro foragido vão ao funeral de Olavo de Carvalho, nos EUA

O escritor foi velado e enterrado nesta quarta-feira 26 em um cemitério de Petersburg, no interior da Virgínia (EUA)

Olavo de Carvalho, escritor de extrema-direita. Foto: Reprodução
Olavo de Carvalho, escritor de extrema-direita. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O escritor Olavo de Carvalho foi velado e enterrado nesta quarta-feira 26, em um cemitério de Petersburg, no interior da Virgínia (EUA). A cerimônia teve início por volta das 15h40 e durou cerca de 40 minutos.

Aproximadamente 30 pessoas participaram da despedida ao autoproclamado filósofo, entre elas o embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Nestor Forster, o ex-ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e o blogueiro Allan dos Santos, considerado foragido da Justiça no Brasil. As informações são da Folha de S.Paulo.

Olavo morreu na terça 25, aos 74 anos. A causa da morte não foi divulgada, mas o escritor foi diagnosticado com Covid-19 em 16 de janeiro.

Filha de Olavo, Heloísa de Carvalho diz que o pai morreu em decorrência da coronavírus. “Olavo morreu de Covid, não tem como eu sentir grande tristeza pela morte dele, mas também não estou feliz. Sendo sincera comigo e meus sentimentos”, escreveu nas redes.

Por sua vez, o médico particular do guru bolsonarista, Ahmed Youssif El Tassa, nega que a morte tenha sido provocada pela Covid. Ele afirma que Olavo morreu em decorrência de insuficiência respiratória aguda causada por quadro de enfisema pulmonar associado à insuficiência cardíaca congestiva, à pneumonia bacteriana e a uma infecção generalizada.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.