CartaExpressa

Em vídeo, Chico Buarque pede aprovação de PL que proíbe despejos durante a pandemia

‘Há um contraceno quando todas as recomendações é de isolamento social… É desumano’, argumenta o cantor

Chico Buarque divulga vídeo em apoio ao PL que proíbe despejos e remoções durante a pandemia. Foto: reprodução.
Chico Buarque divulga vídeo em apoio ao PL que proíbe despejos e remoções durante a pandemia. Foto: reprodução.
Apoie Siga-nos no

O cantor e compositor Chico Buarque divulgou um vídeo nesta segunda-feira 7 pedindo que os senadores aprovem o Projeto de Lei (PL) 827/2020, que proíbe suspensão de despejos e remoções durante a pandemia da Covid-19.

A pauta foi aprovada na Câmara dos Deputados no último mês e aguardo análise do Senado.

“Remoções e despejos de pessoas vulneráveis em tempos normais já são uma violência. Porém, neste momento há um contraceno quando todas as recomendações é de isolamento social… É desumano”, argumenta o cantor.

Em plena pandemia, com uma possível terceira onda anunciada pela Fiocruz, governos, judiciário e proprietários insistem em desabrigar famílias por todo o Brasil. São sem teto, sem-terra, trabalhadores, desempregados e locatários que são removidos de suas moradias, muitas vezes com força policial.

Com o projeto, ficam suspensos:

  • Execuções de decisões liminares e de sentenças, em ações de natureza possessória e petitória, inclusive quanto a mandados pendentes de cumprimento;
  • Despejos coletivos promovidos pela Justiça;
  • Desocupações e remoções promovidas pela Justiça;
  • Desocupações e remoções promovidas pelo Poder Público;
  • Medidas extrajudiciais;
  • Despejos administrativos em locações e arrendamentos em assentamentos;
  • Autotutela da posse.

 

Alexandre Putti

Alexandre Putti
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.