CartaExpressa

‘Eleição foi limpa. Perdemos porque faltou voto’, diz vice de Aécio

Aloysio Nunes rebateu as suspeitas de fraude levantadas por Bolsonaro

OS TUCANOS AÉCIO NEVES (MG) E ALOYSIO NUNES FERREIRA (SP)
OS TUCANOS AÉCIO NEVES (MG) E ALOYSIO NUNES FERREIRA (SP)
Apoie Siga-nos no

O ex-senador Aloysio Nunes (PSDB), que foi candidato a vice-presidente na chapa de Aécio Neves (PSDB-MG), respondeu às declarações de Jair Bolsonaro de que Aécio teria vencido as eleições de 2014 e só não foi eleito porque ocorreu uma fraude nas urnas eletrônicas.

“A eleição foi limpa, nós perdemos porque faltou voto”, afirmou em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira 8.

O tucano também rebateu que existam provas de fraude nas urnas eletrônicas. “É evidente que ele não tem prova nenhuma, porque não houve fraude”, reafirmou.

De acordo com Nunes Ferreira, o PSDB reconheceu a vitória de Dilma Rousseff, do PT, já no domingo da apuração e nunca questionou o resultado das eleições:

“Havia uma grande polêmica sobre a segurança da urna, geralmente alimentada por segmentos da direita. Mas o que a direção do partido decidiu foi pedir uma auditoria, não uma recontagem de votos. A vitória da Dilma foi reconhecida publicamente pelo Aécio”, explicou.

Aécio Neves integra a comissão que discute o voto impresso na Câmara dos Deputados e defende que haja mecanismos para se auditar a eleição, mas alega não acreditar em fraude.

“Eu não acredito em fraude e tampouco que as urnas de primeira geração devam ser tratadas como cláusulas pétreas e que não possam evoluir. […] Mas é melhor deixarmos para voltar a esse debate depois de 2022”, declarou o deputado recentemente.

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.