CartaExpressa

Eduardo Paes quer internação compulsória para dependentes químicos no Rio

O prefeito disse que determinou ao secretário municipal de Saúde a elaboração de uma proposta

Foto: Reprodução O prefeito eleito do Rio de Janeiro Eduardo Paes. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), disse que determinou ao secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, que elabore uma proposta para implantar a internação compulsória de usuários de drogas na cidade.

A informação foi dada nas redes sociais do prefeito, nesta terça-feira 21.

Não é mais admissível que diferentes áreas de nossa cidade fiquem com pessoas nas ruas que não aceitam qualquer tipo de acolhimento e que mesmo abordadas em diferentes oportunidades pelas equipes da prefeitura e autoridades policiais, acabem cometendo crimes”, escreveu Paes.

O prefeito disse ser contra ‘amarras impostas às autoridades’ para resolver o problema.

“Não podemos generalizar mas as amarras impostas às autoridades públicas para combater o caos que vemos nas ruas da cidade, demanda instrumentos efetivos para se evitar que essa rotina prossiga”, completou.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar