CartaExpressa

Duas em cada três investigações por assédio sexual terminam sem punição na administração pública

65,7% das investigações finalizadas acabam sem a indicação de punição ao agressor

Apoie Siga-nos no

Dois em cada três processos de investigação por assédio sexual na administração pública terminam sem punição. Os dados são da Controladoria Geral da União e foram enviados a pedido da Folha de S. Paulo.

Entre 2008 a junho de 2022 foram instaurados 905 processos para apurar situações de assédio. Destes, 633 foram concluídos e 272 ainda estão em andamento. Entre os finalizados, 432 ficaram sem punição, o que representa 65,7% do total. Os casos que chegaram à demissão do agressor são 95, à suspensão foram 90 e advertência totalizaram 41.

A soma das penalidades, incluindo os casos em que elas não foram aplicadas, é maior que o número total de casos, pois algumas apurações envolvem mais de um agente público.

Os dados da CGU referem-se a processos instaurados no âmbito da administração direta, como ministérios, universidades e agências reguladoras.

O caso da Caixa Econômica Federal que levou à saída do presidente Pedro Guimarães, por exemplo, não está contido na contagem.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.