CartaExpressa

Datafolha: Bolsonaro é o pré-candidato mais rejeitado pelos eleitores de São Paulo

O resultado estadual espelha os dados do levantamento nacional, que também indica alta rejeição ao ex-capitão

Foto:  EVARISTO SA / AFP
Foto: EVARISTO SA / AFP
Apoie Siga-nos no

A pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta sexta-feira 1º mostra que Jair Bolsonaro (PL) é o pré-candidato mais rejeitado entre os eleitores do estado de São Paulo. Ao todo, 56% dos eleitores paulistas dizem que não votariam sob nenhuma hipótese no ex-capitão. O resultado da pesquisa no maior colégio eleitoral do País espelha os dados do levantamento nacional, que também indica alta rejeição (55%) ao ex-capitão.

Em segundo lugar no estado no quesito rejeição, quem aparece é o ex-presidente Lula (PT). O petista reúne 43% de indicações contrárias a sua pré-candidatura entre os eleitores paulistas. O índice é superior ao da pesquisa nacional, quando 35% dos entrevistados fazem a mesma afirmação.

Ciro Gomes (PDT), por sua vez, está em terceiro lugar no quesito rejeição e soma 28% de indicações ‘não votaria de jeito nenhum’. A taxa está um pouco acima do resultado que ele registra nacionalmente na pesquisa, 24%.

Os índices acima ajudam a explicar os motivos dos pesquisadores responsáveis pelo levantamento apontaram Bolsonaro como o ‘pior padrinho político’ no estado. Seu apoio, segundo os dados, mais atrapalharia do que ajudaria Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) neste momento.

Vale ressaltar ainda que, assim como no levantamento nacional, todos os demais pré-candidatos somam índices de reprovação bem menores, mas reúnem também taxas mais altas de desconhecimento. Passam de dois dígitos de reprovação os pré-candidatos general Santos Cruz (Podemos), Eymael (PSC), Luciano Bivar (União Brasil) e Pablo Marçal (PROS).

Já Simone Tebet (MDB), Felipe D’Avila (Novo), Vera Lúcia (PST) e André Janones (Avante) aparecem com 9% de rejeição. Sofia Manzano (PCB) é citada negativamente por 8% e Leonardo Péricles (UP) por 7%.

A pesquisa Datafolha ouviu 1.806 eleitores no estado de São Paulo entre os dias 28 e 30 de junho. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. No principal recorte eleitoral para o governo do estado, ela apontou vantagem de 20 pontos percentuais para Fernando Haddad (PT) sobre os adversários. Já na disputa nacional, Lula aparece com 43% de intenções de voto, ante 30% de Bolsonaro.

Getulio Xavier

Getulio Xavier
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.