CartaExpressa

CPI do MST: Sâmia chama Salles de ‘réulator’ após denúncia do MPF

O ex-ministro do Meio Ambiente foi denunciado no processo que investiga a exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos

Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

A deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) chamou o deputado Ricardo Salles (PL-SP), relator da CPI do MST, de “réulator”, em referência à denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra o ex-ministro do Meio Ambiente. A provocação ocorreu durante a sessão do colegiado nesta terça-feira 29.

A denúncia, recebida pela Justiça Federal do Pará, atinge outras pessoas, entre elas o ex-presidente do Ibama Eduardo Bim.

Salles foi denunciado no processo que investiga a exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos. Ele é acusado de criar no Ibama condições favoráveis para a defesa de interesses privados contra o interesse público. Segundo a Polícia Federal, as cúpulas do Ministério do Meio Ambiente e do instituto também manipularam pareceres e documentos.

Pesam contra o bolsonarista acusações de facilitar a prática de contrabando ou descaminho, dificultar ação fiscalizadora do Poder Público em questões ambientais e promover, constituir, financiar ou integrar organização criminosa.

“Todo esse desperdício de dinheiro publico e energia não serviu para vocês criminalizarem absolutamente ninguém. O MST está fortalecido e são os membros desta CPI, dentre eles o relator, que estão tendo de se justificar com a Justiça e que correm o risco de, cedo ou tarde, serem presos”, disse Sâmia nesta terça. “Os últimos acontecimentos tornam ainda mais grave a presença daquele sujeito na relatoria. Ele não é mais só um relator, é um ‘réulator’.”

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar