CartaExpressa,Tecnologia

CNPq volta atrás e afirma ter backup de dados da Plataforma Lattes

CNPq volta atrás e afirma ter backup de dados da Plataforma Lattes

Mais cedo, Conselho havia dito que não tinha backup do servidor queimado que causou apagão no sistema

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) voltou atrás e informou que possui backup do servidor queimado que causou um um apagão na Plataforma Lattes, que hospeda informações sobre pesquisadores brasileiros e seus trabalhos acadêmicos.

A informação foi divulgada na tarde desta terça-feira 27, por meio de nota publicada pelo Conselho nas redes sociais.

Mais cedo, o CNPq teria dito que não não era possível dimensionar os danos aos dados da plataforma porque não existia um backup da ‘placa’ comprometida.

“A placa do servidor que queimou não tinha backup, a gente não sabe exatamente o que a gente perdeu (de dados), se perdeu alguns segundos, minutos, horas, dias. A folha de pagamento também está comprometida, vai ter que fazer algum processo manual, enfim, está um caos no CNPq”, informava mais cedo o Conselho.

Na nota mais recente, no entanto, o Conselho destaca que “já dispõe de novos equipamentos de TI e a migração dos dados foi iniciada antes do ocorrido”. Ainda de acordo com nova a publicação, mesmo que a migração não seja bem sucedida, “existem backups cujos conteúdos estão apoiando o restabelecimento dos sistemas” o que garantiria que “não há perda de dados da Plataforma Lattes”.

Ainda segundo o CNPq, o pagamento de bolsas aos pesquisadores não será afetado. A plataforma segue fora do ar e todos os prazos de processos junto ao Conselho estão suspensos e serão prorrogados.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem