CartaExpressa

Plataforma Lattes sai do ar após apagão em servidor do CNPQ

O Conselho ainda não dimensionou os danos, mas confirmou que não tinha backup de placa comprometida

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Apoie Siga-nos no

A plataforma Lattes, que hospeda informações sobre pesquisadores brasileiros e seus trabalhos acadêmicos, está fora do ar desde a segunda-feira 26. O motivo seria a queima de um servidor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tencológico (CNPQ), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Informações.

O órgão foi questionado por pesquisadores que tentaram acessar a plataforma e confirmou a informação, sem ainda saber dimensionar os danos por falta de backup. “A placa do servidor que queimou não tinha backup, a gente não sabe exatamente o que a gente perdeu (de dados), se perdeu alguns segundos, minutos, horas, dias. A folha de pagamento também está comprometida, vai ter que fazer algum processo manual, enfim, está um caos no CNPq”, informou o Conselho.

Nas redes sociais, nesta terça-feira, o Conselho disse atuar em parceria com o MCTI para restabelecimento dos sistemas. “A prioridade é restaurar o acesso aos currículos na Plataforma Lattes o mais rápido possível”, diz uma publicação. Ainda de acordo com o texto, por conta do problema, todos os prazos de processos junto ao Conselho estão suspensos e serão revogados.

CNPQ diz que não há perda de dados da Lattes

Há pouco, vias redes sociais, o CNPQ soltou novos esclarecimentos sobre o caso e disse que além de identificar o que causou a indisponibilidade dos sistemas, já teria iniciado o reparo. Também acrescentou que a migração dos dados havia sido feita antes do ocorrido e que alguns backups apoiaram o restabelecimento dos sistemas. “Não há perda de dados da Plataforma Lattes”, afirmou o Conselho.

Ainda no novo comunicado, o CNPQ informou que o pagamento das bolsas implementadas não será afetado, além de reforçar que todos os prazos de ações relacionadas ao fomento do CNPq, incluindo a Prestação de Contas, estão suspensos. Os ofícios serão prrrogados.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.