CartaExpressa

Cirurgião que operou Bolsonaro após facada é chamado em Brasília

O médico Antônio Luiz Macedo irá examinar o presidente; há chances de que seja feita uma cirurgia de hérnia

Médico Antônio Luiz Macedo.

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Médico Antônio Luiz Macedo. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Antônio Luiz Macedo, médico que operou Jair Bolsonaro logo após a facada em 2018, foi chamado para examinar o presidente em Brasília nesta quarta-feira 14.

Bolsonaro está no Hospital das Forças Armadas para investigar a causa dos soluços após sentir fortes dores abdominais durante a madrugada.

Além da cirurgia em 2018, o médico também operou uma hérnia de Bolsonaro em 2019. Na ocasião, Macedo explicou que sem a cirurgia, o presidente teria desconfortos frequentes causados pelo enfraquecimento da parede intestinal.

Em abril deste ano, Bolsonaro afirmou a apoiadores que em breve teria que novamente passar por uma cirurgia para corrigir outra hérnia, como em 2019.

A cirurgia confirmada pelo presidente não estava programada para ocorrer nos próximos dias, mas com a chegada de Macedo à Brasília, há a possibilidade de adiantamento do procedimento.

Ao UOL, auxiliares do presidente informaram que a decisão da realização ou não do procedimento ainda não foi tomada. Mais cedo, as informações preliminares eram de que o presidente tinha uma obstrução intestinal.

Em São Paulo, Macedo atende no hospital Vila Nova Star, que também tem uma unidade em Brasília. Caso a cirurgia seja confirmada, há a possibilidade de que Bolsonaro seja transferido para a unidade.

Mais cedo, por nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) informou que Bolsonaro está nos hospital para ‘investigar a causa dos soluços’ e ficará até 48 horas em observação, ‘não necessariamente no hospital’.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.