CartaExpressa

Ciro compara possível vitória de Lula com crise que culminou na morte de Getúlio

‘Vocês vão ver o estelionato eleitoral que o Lula está produzindo’, acusou o pedetista

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes. Foto: Divulgação/PDT
O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes. Foto: Divulgação/PDT
Apoie Siga-nos no

O pré-candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes, comparou nesta segunda-feira 13 uma possível vitória do ex-presidente Lula (PT) na eleição deste ano com a crise que culminou no suicídio de Getúlio Vargas em 1954. Para o pedetista, o líder das pesquisas de opinião pública produz um estelionato eleitoral.

“Querem continuar como está? Elegem aí o ‘picanha e cerveja’. Vocês vão ver o estelionato eleitoral que o Lula está produzindo”, afirmou Ciro em entrevista ao podcast O Assunto. “Estou vendo aqui 1954, traz o Getúlio, e olha a tragédia que o Brasil vivenciou. Uma história trágica”.

Na conversa, presidenciável disse ainda que Lula “está longe de entender que o Brasil é outro” quando comparado ao País que ele encontrou em 2003, quando assumiu o seu primeiro mandato. Ciro também criticou as alianças do petista e os casos de corrupção do governo.

“O Lula era uma coisa e ele se corrompeu por interesses econômicos”, acrescentou. “O patrimônio dele não se explica. Está agarrado com Eunício, Renan, Geddel”.

Sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL), Ciro acusou o ex-capitão de praticar “um truque eleitoreiro criminoso” ao anunciar a redução do ICMS sobre o diesel.

“O governo propõe tirar dinheiro da saúde e educação para salvar o lucro do acionista minoritário. E não é para resolver o problema, é para atravessar o período eleitoral”, avaliou Ciro. “O lucro da Petrobras, que é um monopólio na prática, está na faixa de 38%, enquanto as petroleiras do mundo tem um lucro de 7%”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.