CartaExpressa

Chance de o PT não lançar candidato ao governo de SP é de ‘0,00’, diz presidente da sigla no estado

O escolhido do partido é Fernando Haddad; para Luiz Marinho, isso não nega ‘o direito do PSB de ter candidato’

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Foto: Nelson Almeida/AFP
O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Foto: Nelson Almeida/AFP

O presidente do PT de São Paulo, Luiz Marinho, reforçou não haver qualquer possibilidade de a sigla não lançar candidato próprio ao governo paulista em outubro. O escolhido é o ex-prefeito da capital Fernando Haddad.

São Paulo é um dos estados centrais nas articulações entre PT e PSB para a formação de uma federação e, consequentemente, de uma aliança em torno de Lula nas eleições presidenciais.

Os socialistas desejam lançar Marcio França para governador paulista.

“Não estamos negando o direito do PSB de ter um candidato ao governo de SP. Se é uma necessidade do PSB, que tenha. Evidentemente que então não cabe a federação”, afirmou Marinho, que se lançará a deputado federal, ao jornal Folha de S.Paulo. “Chance 0,00 [de o PT retirar a candidatura].”

Nos últimos meses, o PSB esteve no centro das negociações sobre a eleição presidencial por ter convidado a se filiar à legenda o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, que deixou o PSDB e aparece como potencial candidato a vice na chapa de Lula. O Solidariedade, de Paulinho da Força, também tenta atrair o ex-tucano.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!