CartaExpressa,Política

Carlos Bolsonaro reage a quebra de sigilos: ‘Restou apenas mentir’

Carlos Bolsonaro reage a quebra de sigilos: ‘Restou apenas mentir’

Vereador é investigado por um esquema de 'rachadinha' em seu gabinete na Câmara Municipal

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Foto: Sergio Lima/AFP

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Foto: Sergio Lima/AFP

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) reagiu, pelo Twitter, à decisão da Justiça que determinou a quebra de seus sigilos bancários e fiscais, no âmbito da investigação que apura a contratação de funcionários “fantasmas” em seu gabinete.

Na publicação, o filho 02 do presidente Jair Bolsonaro afirmou que “fatos velhos que não chegaram a lugar nenhum” foram requentados para sustentar uma narrativa. “Aos perdedores, frustrados por não ser o que sempre foram, restou apenas manipular e mentir”, escreveu.

Carlos é investigado por um esquema de “rachadinha” em seu gabinete na Câmara Municipal, que poderia consistir na devolução de parte do salários pagos aos funcionários.

O vereador está no sexto mandato consecutivo e, nesse período, dezenas de pessoas foram nomeados para seu gabinete. Muitas delas conhecidas e parentes que não cumpriam a carga horária estabelecida por lei. 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem