CartaExpressa

Câmara de SP vai levar a plenário o pedido de CPI contra o padre Júlio Lancellotti

A decisão foi anunciada nesta terça-feira 5, após reunião do Colégio de Líderes

Foto: Julia Prado/MS
Apoie Siga-nos no

A Câmara Municipal de São Paulo decidiu encaminhar o pedido de abertura de CPI contra o Padre Júlio Lancellotti a Plenário.

A decisão foi anunciada nesta terça-feira 5 após reunião do Colégio de Líderes. “Em reunião na Presidência da Câmara, face às provas apresentadas em relação ao padre Júlio Lancellotti, foi definido por maioria dos líderes o prosseguimento da CPI protocolada pelo vereador Rubinho Nunes (União)”, informou a Casa Legislativa, em nota.

Até a próxima reunião de líderes será decidido o objeto da investigação para que, então, o pedido de CPI seja levado a Plenário, onde o requerimento deverá ter 28 votos para ser aprovado.

O presidente Milton Leite (União) informou que será requisitado ao Ministério Público e à Polícia Civil o acompanhamento desta CPI.

O requerimento para abertura da CPI foi protocolado em dezembro do ano passado, pelo vereador Rubinho Nunes, com o objetivo de investigar a atuação de Organizações Não Governamentais (ONGs) que prestam serviços na região conhecida como Cracolândia. Um dos alvos é Julio Lancellotti que há décadas na assistência de pessoas carentes na capital paulista.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.