CartaExpressa

Bolsonaro tem novo depoimento na PF nesta terça; entenda o que pesa contra o ex-capitão

Caso da vez envolve um episódio de importunação de uma baleia, no litoral de São Paulo, em 2023

O ex-presidente Jair Bolsonaro. Foto: Evaristo Sá/AFP
Apoie Siga-nos no

Cercado por investigações, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) vai prestar um novo depoimento à Polícia Federal (PF) nesta terça-feira 27. 

Dessa vez, porém, o caso é menos conhecido e envolve um inquérito que apura se Bolsonaro cometeu “importunação intencional” a uma baleia jubarte em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo.

O depoimento estava marcado para acontecer no último dia 7, mas foi adiado. 

O caso aconteceu em junho do ano passado. Na época, um vídeo revelou um homem pilotando um jet ski e se aproximando de uma baleia com o motor ligado. No Brasil, a pesca ou o “molestamento intencional” de baleias é proibido por lei.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em novembro, o Ministério Público Federal (MPF) começou a acompanhar o inquérito, a partir da suspeita de que Bolsonaro seria o condutor do jet ski

O advogado de Bolsonaro, Fabio Wajngarten, também será ouvido pela PF. Segundo ele, a investigação seria uma “perseguição política, jurídica e midiática”.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar