CartaExpressa,Política

Bolsonaro já deve mais de R$ 80 mil em multas por não usar máscara, diz jornal

Bolsonaro já deve mais de R$ 80 mil em multas por não usar máscara, diz jornal

O presidente é constantemente flagrado sem máscara e promovendo aglomerações

O presidente Jair Bolsonaro em contato com apoiadores. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro em contato com apoiadores. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro deve mais de 80 mil reais em multas por não usar máscaras durante eventos e motociatas. A informação é do jornal O Globo deste sábado 23.

De acordo com a publicação, a maior dívida ativa do ex-capitão é no Maranhão, com 80 mil reais por uma aglomeração causada por Bolsonaro para entregar títulos de propriedade rural em maio deste ano.

No evento, Bolsonaro não seguiu os protocolos e, além da aglomeração, não utilizou a máscara. Por compreender que o presidente agiu intencionalmente, o governo do Maranhão aplicou multa que deveria ter sido paga até agosto deste ano. Por não ter quitado o débito, Bolsonaro foi inscrito na dívida ativa do estado.

Há ainda infrações na capital de São Paulo e multas em outras cidades do interior do estado, como Sorocaba, Presidente Prudente, Iporanga, Eldorado e Ribeira. Somadas, os valores chegam a 4 mil reais e ainda não foram pagos pelo presidente. Em SP, porém, Bolsonaro ainda não foi inscrito na dívida ativa do estado.

Por fim, há ainda uma infração cometida em Peruíbe, no litoral de São Paulo. Neste caso, porém, o presidente ainda nem foi notificado.

Caso Bolsonaro persista em não usar máscaras em SP, o governo estadual já alertou que o valor pode alcançar até 1 milhão de reais pela reincidência.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem