CartaExpressa

Arthur Virgílio diz que Aécio é uma ‘maçã podre’ que estraga o PSDB

Ex-prefeito de Manaus também concorre nas prévias e disse que bancada tucana atualmente é bolsonarista

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O ex-prefeito de Manaus e candidato nas prévias do PSDB Arthur Virgílio lamentou o apoio dado a Jair Bolsonaro pela bancada tucana no Congresso Nacional e culpou Aécio Neves pelo comportamento do partido. As declarações foram dadas em coletiva após a interrupção das prévias do partido na noite de domingo 21.

“Eu vejo duas questões importantes a colocar. A primeira é que nós temos uma bancada que tem se comportado como bolsonarista ao longo das votações mais relevantes”, disse. “A segunda é que eu considero o PSDB um caminhão carregado de maçãs boas, mas tem uma que está estragando bastante as outras: Aécio Neves”, acrescentou.

O ex-prefeito estava ao lado de João Doria durante a entrevista. Ambos cobraram a imediata retomada do processo que irá definir o candidato do PSDB nas eleições em 2022.

O apoio a Bolsonaro tem dado o tom do embate, que está concentrado entre Doria e Eduardo Leite. Os dois se acusam mutuamente de serem bolsonaristas, em uma tentativa de se distanciar do atual presidente. Em 2018, ambos apoiaram abertamente o ex-capitão e fizeram suas campanhas montando palanque para Bolsonaro.

Nos últimos meses, no entanto, o PSDB se colocou como oposição ao atual governo federal e se diz apoiador do impeachment. Apesar do discurso, a bancada do partido no Congresso passou a votar ainda mais alinhado com as pautas bolsonaristas.

Em entrevista recente ao jornal O Globo, o presidente da legenda, Bruno Araújo, negou que irá expulsar qualquer bolsonarista do partido. A permanência, porém, está condicionada ao apoio público ao candidato escolhido pelos tucanos para as eleições.

Aécio, por sua vez, também negou que deixará o PSDB caso João Doria vença a disputa das prévias. O deputado é atualmente um dos mais alinhados a Bolsonaro dentro da Câmara.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!