CartaExpressa

Após PIB ‘surpreender as expectativas’, Fazenda indica que vai revisar projeção de crescimento em 2023

‘Caso o crescimento no segundo semestre fique inalterado, o PIB neste ano deverá crescer 3,0%’, destacou o Ministério do Planejamento e Orçamento

Os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, em pronunciamento à imprensa sobre a entrega do Projeto de Lei Orçamentária Anual. Foto: Washington Costa/MPO
Apoie Siga-nos no

Após a divulgação do crescimento do PIB acima do esperado, feita pelo IBGE, o Ministério da Fazenda divulgou nota para dizer que a estimativa de crescimento de 2,5% este ano está com “viés positivo”.

“Com a divulgação do crescimento de 0,9% no segundo trimestre, o carry-over para o ano é de 3,1%. Esse resultado confere viés positivo para a estimativa de crescimento da SPE, de 2,5% em 2023”, apontou a Secretaria de Política Econômica em trecho de uma nota técnica divulgada.

No comunicado, o Ministério ainda fez uma comparação internacional e apontou que dentre os países do G20 que já divulgaram o resultado do PIB do segundo trimestre de 2023, o Brasil apresentou o 2º melhor desempenho na comparação trimestral, ficando na 4º e 5º melhor posição na comparação interanual e em termos de variação acumulada em 4 trimestres.

Também em nota, o Ministério do Planejamento e Orçamento apontou que, com o forte crescimento no começo do ano, mesmo que não haja elevação de atividade para os outros trimestres do segundo semestre de 2023, o PIB brasileiro irá crescer 3,0%, superando a atual projeção de mercado que está em 2,3%.

“Em suma, o resultado do PIB do segundo trimestre de 2023 foi elevado e superou significativamente a projeção de mercado. Desta forma, caso o crescimento no segundo semestre fique inalterado, o PIB neste ano deverá crescer 3,0%”.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar