CartaExpressa

Apoio a Tebet depende de acordo em três estados, diz o presidente do PSDB

‘Só vai ter sentido formalizarmos a reunião da executiva quando essa construção política e programática estiver consolidada’, afirma Bruno Araújo

O presidente do PSDB, Bruno Araújo. Foto: Divulgação
O presidente do PSDB, Bruno Araújo. Foto: Divulgação
Apoie Siga-nos no

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, condicionou o apoio do partido a Simone Tebet (MDB) a um acordo em três estados. A aliança entre tucanos e emedebistas não se deu automaticamente após a desistência de João Doria, na última segunda-feira 23.

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo nesta quarta 25, Araújo mencionou “três pilares” para sacramentar o apoio a Tebet, um dos quais já superado: a confirmação, pela Executiva do MDB, da pré-candidatura.

Os outros pontos necessários são, segundo o presidente tucano, o programa de governo construído em conjunto por PSDB, MDB e Cidadania e “a reciprocidade nos palanques regionais que são fundamentais para o PSDB”.

“O Rio Grande do Sul, onde a liderança de Eduardo Leite é fundamental na eleição estadual. A parceria com o MDB é vista por nós como sendo fundamental. Isso se repete no Mato Grosso do Sul, estado da senadora Simone Tebet e governado pelo PSDB. Não nos parece coerente que não haja essa unidade. E Raquel Lyra em Pernambuco, que é uma das apostas nossa desta renovação de lideranças do PSDB.”

Para Bruno Araújo, os três estados “são fundamentais para avançarmos nessa construção”.

“Só vai ter sentido formalizarmos a reunião da executiva quando essa construção política e programática estiver consolidada.”

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.