CartaExpressa

‘A força-tarefa era afinal um partido. Que surpresa’, diz Haddad; veja reações à possível candidatura de Dallagnol

O ex-procurador-chefe da Lava Jato adotou um tom de candidato ao confirmar a saída do MPF

Deltan Dallagnol, procurador da força-tarefa da Lava Jato. Foto: Antônio Leal / MPDFT
Deltan Dallagnol, procurador da força-tarefa da Lava Jato. Foto: Antônio Leal / MPDFT

O procurador Deltan Dallagnol, que chefiou a força-tarefa de Curitiba da Lava Jato, confirmou nesta quinta-feira 4 a decisão de renunciar ao cargo no Ministério Público Federal. Em vídeo publicado nas redes sociais, adotou um tom de candidato ao projetar os próximos passos.

“Eu tenho várias ideias sobre como posso contribuir e serei capaz de avaliar, refletir e orar sobre essas ideias depois de sair do Ministério Público. Assim que essas ideias se concretizarem em planos e ações, eu vou compartilhar com vocês aqui’, disse Dallagnol.

Em poucos minutos, políticos usaram as redes sociais para reagir à notícia. Veja alguns dos comentários:

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!