CartaExpressa

64% dos brasileiros acreditam que o governo Lula está no caminho certo, aponta Ipec

26% disseram que o governo está no caminho errado, segundo o levantamento

Foto: EVARISTO SA / AFP
Apoie Siga-nos no

Quase dois terços dos brasileiros acreditam que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está no caminho certo, com base nos anúncios feitos pela equipe do presidente até agora, segundo um levantamento feito pelo Ipec e divulgado nesta segunda-feira 16.

De acordo com a pesquisa, 64% aprovam as primeiras medidas do petista, enquanto 26% disseram que o governo está no caminho errado. Cerca de 9% não souberam ou não responderam.

A percepção de que Lula está no caminho certo é maior entre os homens (69%), na faixa etária dos 16 aos 24 anos (70%) e de quem mora na região Nordeste (83%). Já o índice dos que dizem que o governo está no caminho errado é maior entre mulheres (29%), pessoas de 35 a 44 anos (31%), pessoas com ensino superior (32%) e moradores da região Sul (34%).

O levantamento foi realizado entre os dias 6 e 10 de janeiro, com 2 mil pessoas de 156 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar