CartaExpressa

55% veem possibilidade de Bolsonaro tentar invalidar a eleição, diz Datafolha

O índice de preocupação é maior entre os eleitores que declaram voto em Lula

Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR
Apoie Siga-nos no

Uma pesquisa Datafolha realizada nesta semana aponta que 55% dos brasileiros avaliam ser necessário se preocupar com a chance de Jair Bolsonaro (PL) tentar invalidar as eleições.

Para 40%, não é preciso temer a hipótese de invalidação, antes ou depois do pleito. 5% não souberam responder.

O índice de preocupação é maior entre os eleitores que declaram voto em Lula (70%). Já entre os que pretendem votar em Bolsonaro, cai para 26%.

O levantamento ocorre em meio a uma nova onda de insinuações do ex-capitão contra o sistema eletrônico de votação. Na quinta 26, durante entrevista, ele disse ser “um direito” lançar dúvidas sobre as urnas, sem mostrar evidências que sustentem as alegações.

Na ocasião, Bolsonaro foi questionado por jornalistas se ele se comprometeria a aceitar o resultado das urnas, mesmo em caso de derrota, mas não respondeu. Afirmou apenas: “Democraticamente, eu espero eleições limpas”.

Na sexta-feira, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Fachin, disse que aceitar o resultado das eleições é algo inegociável e voltou a defender o sistema eletrônico de votação. Ele ministrou uma palestra a magistrados no Recife (PE) sobre a participação de mulheres na política.

“O Brasil tem eleições limpas, seguras e auditáveis”, reforçou Fachin. “O acatamento do resultado do exercício da soberania popular é expressão inegociável da democracia pelo respeito ao sufrágio universal e ao voto secreto.”

O Datafolha entrevistou 2.556 pessoas em 181 cidades. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos e está registrada no TSE com o número BR-05166/2022.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.