…

Entenda as novas regras da licença-paternidade

Carta Explica

Ouvi dizer que as regras da licença-paternidade vão mudar. Verdade?

Sim. A presidenta Dilma Rousseff sancionou uma lei que muda a licença-paternidade no Brasil. O tempo que os homens terão para cuidar dos recém-nascidos passou de cinco para 20 dias, de acordo com a nova lei.

Isso vale para qualquer empresa?

Não. Só vale para as que estiverem no Programa Empresa Cidadã. Nesse programa, as empresas dão alguns outros benefícios aos funcionários, como licença-maternidade de seis meses, em troca de isenção de impostos.

Quando começa a valer?

Já está valendo. Não sei se você sabe, mas durante a licença-maternidade e a licença-paternidade os funcionários têm direito a receber o salário integral, sem nenhum tipo de desconto.

Existe alguma condição para receber a licença?

Não. A única exigência é que durante o tempo da licença os pais não arranjem algum outro tipo de atividade pela qual eles recebam para trabalhar.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem