CartaCapital

Fechamento: Donald Trump coloca o mundo em perigo. Assista

Presidente dos EUA cruza uma linha nunca antes desrespeitada por seus antecessores. Veja os destaques da nova edição da revista CartaCapital

Jornalistas na gravação do programa Fechamento
Jornalistas na gravação do programa Fechamento

A edição 1088 de CartaCapital, nas bancas a partir desta sexta-feira 10, dedica 20 páginas às consequências do perigoso e crescente conflito entre os Estados Unidos e o Irã. Acossado por um processo de impeachment e em campanha pela reeleição, Donald Trump cruzou uma linha nunca antes desrespeitada por seus antecessores. O assassinato do general Qassem Suleimani, militar violento e atrabiliário, mas autoridade legítima de uma nação soberana fere todas as convenções e resoluções internacionais, explica o colunista Pedro Serrano, professor de Direito da PUC de São Paulo, em seu artigo à página 28.

José Sócrates, ex-primeiro-ministro de Portugal, lembra que a Guerra ao Terror completou 18 anos sem alcançar os resultados pretendidos. Ao contrário. Apesar de ter consumido 6 trilhões de dólares, a política dos EUA tornou o mundo mais inseguro e mais vigiado. O ex-chanceler Celso Amorim, experiente negociador de conflitos no Oriente Médio, expressa seu temor em relação  à precipitada adesão do governo Bolsonaro às teses de Trump e classifica de lastimável a nota do Ministério das Relações Exteriores. “O Itamaraty levianamente expõe  o País a sérios prejuízos econômicos e põe em risco a segurança de cidadãos brasileiros”, avalia.
Uma reportagem de André Barrocal vasculha os “negócios ocultos” do ministro da Economia, Paulo Guedes, e de seus apadrinhados no governo, alvo de investigações oficiais e de questionamentos de parlamentares. Thaís Oliveira relata os efeitos deletérios da nova política de livros didáticos, entre eles a autocensura das editoras, enquanto Rodrigo Martins analisa o verdadeiro potencial de uma chapa formada por Guilherme Boulos e Luiza Erundina para a prefeitura de São  Paulo, sonho do PSOL.
Na economia, o editor Carlos Drummond explica a compra da Avon pela Natura, feito de grande envergadura para a multinacional brasileira. Por fim, confira a entrevista de Sandra Benites, primeira indígena a ser curadora do Masp, maior museu da América Latina.
Assista ao programa Fechamento e saiba mais detalhes da edição:

frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen>

CartaCapital

CartaCapital

Tags: , ,

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!