…

Sindicato diz ter comprovado plágio de jornalista Joice Hasselmann

Midiático

O Conselho de Ética do Sindicato dos Jornalistas do Paraná concluiu que Joice Hasselmann, hoje apresentadora do Veja.com, é responsável pelo plágio de 65 reportagens de 42 profissionais diferentes republicadas em seu site pessoal, o Blog da Joice, que funcionou quando ela trabalhava no Paraná e hoje está desativado. A decisão faz com que Joice fique proibida de integrar o sindicato e será remetida à Comissão Nacional de Ética da Federação dos Jornalistas.

Todos os casos ocorreram entre os dias 24 de junho e 17 de julho de 2014 e foram denunciados por 23 jornalistas. Segundo o parecer do Conselho de Ética, a jornalista é advertida por produção comercial de um artigo sem autorização do profissional e da entidade que detém a sua propriedade intelectual, e de infringir artigo do Código de Ética e ferir a legislação de direito autoral. Todos os jornalistas prejudicados podem encaminhar processos civis contra a profissional. 

De acordo com Hamilton Cesário, presidente do Conselho de Ética do sindicato, Hasselmann teve o direito de questionar as denúncias, mas não atendeu a nenhuma das diversas convocações. “Ela abriu mão de se defender”, disse. 

Em uma postagem no Facebook, Hasselmann diz que o sindicato representa “a escória do jornalismo” e chama os colegas de “desocupados”, “sanguessugas”, “canalhas” e “vira-latas”. Segundo ela, o processo teria ocorrido na “surdina” e seu advogado não conseguiu ter acesso ao processo.

Em julho de 2014, no entanto, a postura de Hasselmann foi diferente. O fotógrafo Jorge Mariano postou no Facebook um link para uma reportagem que teria sido plagiada pelo Blog da Joice. Por meio de sua conta oficial no Facebook, a jornalista pediu desculpas e respondeu afirmando que a cópia teria sido feita por um auxiliar, não identificado e posteriormente demitido, que não teria obedecido às suas orientações de creditar devidamente os autores e veículos. Hasselmann também afirmou que estava entrando em contato com os jornalistas plagiados para desculpar-se. “Peço desculpas pelo ocorrido. Sinto-me envergonhada com isso e não fujo a minha responsabilidade, afinal, o blog é meu, então não interessa quem postou, eu sou a responsável”, respondeu.

Hasselmann-e-Malafaia

Joice e o pastor Silas Malafaia

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem