Por que Lula teme tanto melindrar os militares nos 60 anos do golpe de 1964?

No ‘Fechamento’ da semana, a equipe de CartaCapital recebe o historiador Manuel Domingos Neto e o ambientalista Carlos Bocuhy

Neste episódio, André Barrocal, Mariana Serafini e Rodrigo Martins entrevistam o historiador Manuel Domingos Neto sobre a relação do governo com a cúpula das Forças Armadas. Nos últimos dias, o presidente Lula orientou seus ministros a não realizar atos em alusão aos 60 anos do golpe de 1964 e vetou o projeto de um museu de memória sobre a ditadura, tudo para não melindrar os militares. Há motivos para tanto temor? Passar uma borracha no passado é a melhor forma de lidar com o problema? Como afastar a política dos quartéis? Essas são algumas das reflexões propostas ao convidado. Na segunda metade do programa, os jornalistas recebem o ambientalista Carlos Bocuhy, presidente do Proam, para falar dos desafios ambientais do Brasil às vésperas do Dia Mundial da Água.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.