Política

Manda no Zap: Bolsonaro recicla a facada ao som de ‘camarão que dorme a onda leva’

No primeiro programa de 2022, Rodrigo Martins comenta a estratégia de Jair Bolsonaro para manter viva a memória do atentado sofrido em 2018

Mesmo hospitalizado para tratar uma obstrução intestinal, desta vez ocasionada por camarão mal mastigado, Jair Bolsonaro não perdeu a capacidade de tumultuar e gerar crises institucionais desnecessárias. Agora, ele conseguiu o duplo feito de se indispor contra a cúpula do Exército e contra a direção da Anvisa em sua ensandecida luta contra as vacinas. O programa aborda também as principais fake news da semana, como a história de que os imunizantes fizeram com que a hospitalização de crianças crescesse quatro vezes em apenas um mês em Nova York.

Cacá Melo

Cacá Melo

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!