Investigação revela que mais um líder nazista viveu escondido no Brasil

Hermann Fegelein, comandante da SS e cunhado de Eva Braun, se escondeu em São Paulo até sua morte

Uma reportagem exclusiva de CartaCapital revela que um importante general da Alemanha nazista viveu oculto no Brasil após a Segunda Guerra. Depois de duas décadas de investigação, perícias de fotos e assinaturas indicam que Hermann Fegelein, comandante de um regimento da SS e concunhado de Adolf Hitler, permaneceu sob anonimato em São Paulo até a morte.

Veja também: Comitê de Direitos Humanos da ONU conclui que Sergio Moro agiu de forma parcial no julgamento de Lula. A alta da inflação sob Bolsonaro e Paulo Guedes. O IPCA-15 fecha abril em alta de 1,73%, o maior índice em 27 anos. A compra do Twitter pelo bilionário Elon Musk significa mais fake news nas eleições de 2022? As consequências do indulto a Daniel Silveira. E as novidades do caso Prevent Senior.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar