Ensino Médio, marca do governo Lula 3?

André Barrocal entrevista Idilvan Alencar, deputado federal (PDT-CE) e um dos vice-presidentes da Comissão de Educação da Câmara

A Câmara dos Deputados acaba de aprovar uma lei para desfazer parte da reforma do ensino médio feita em 2017, no governo Michel Temer. A mudança, proposta em 2023 pelo governo Lula, aumenta o ensino do conteúdo mais abrangente e humanista e reduz aquele que é mais específico e técnico. Ela ainda precisa ser examinada no Senado. O ensino médio é o de maior abandono pelos alunos no Brasil, realidade explicada sobretudo pelas carências sociais do País. Muitos jovens precisam trabalhar para sobreviver e para ajudar a família. Para enfrentar essa evasão, o governo começará a pagar a partir de 26 de março uma bolsa aos estudantes do ensino médio. É o programa Pé-de-Meia. Sobre esses assuntos, o repórter André Barrocal entrevista o deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), ex-presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação e um dos vice-presidentes da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Cacá Melo

Cacá Melo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.