A luta para salvar mais de 1.000 búfalos abandonados à morte

Desde o início de novembro, ativistas, socorristas e veterinários se desdobram para tentar salvar mais de mil búfalas deixadas à própria sorte em uma fazenda em Brotas, no interior de São Paulo. O caso já é considerado um dos piores envolvendo maus tratos a animais […]

Desde o início de novembro, ativistas, socorristas e veterinários se desdobram para tentar salvar mais de mil búfalas deixadas à própria sorte em uma fazenda em Brotas, no interior de São Paulo. O caso já é considerado um dos piores envolvendo maus tratos a animais na história do País. São pelo menos 1.056 animais da espécie, a maioria fêmeas e prenhas, deixadas sem água e comida. O proprietário da fazenda, segundo consta em inquérito policial, está arrendando as terras para o cultivo de soja e transformou os pastos em campos de plantações. As búfalas eram utilizadas para a extração de leite.

Thais Reis Oliveira

Thais Reis Oliveira
Editora executiva do site de CartaCapital

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.