Mundo

Elon Musk diz que reverteria banimento de Trump no Twitter

Novo dono da plataforma, o bilionário afirmou que a exclusão do ex-presidente americano foi um erro

O magnata Elon Musk. Foto: Frederic J. Brown/AFP
O magnata Elon Musk. Foto: Frederic J. Brown/AFP
Apoie Siga-nos no

O bilionário Elon Musk disse nesta terça-feira que reverteria o banimento do ex-presidente americano Donald Trump do Twitter.

O CEO da Tesla afirmou que foi um erro excluir da plataforma o ex-mandatário.

– Eu acho que isso foi uma decisão moralmente ruim, ser claro e tolo ao extremo – disse Musk em evento organizado pelo Financial Times.

Prestes a se tornar o novo dono do Twitter, Musk acrescentou que acha que “não foi correto banir” Trump. Ele opinou que banimentos permanentes devem ser “extremamente raros” e reservados a robôs e contas com spam.

— Isso alienou uma grande parte do país e, no fim das contas, não resultou em Donald Trump não ter voz.

Trump afirmou no mês passado que ele não retornaria ao Twitter se tivesse a oportunidade. O ex-presidente disse à CNBC que gostava de Musk, a quem chamou de “excelente indivíduo”, mas revelou sua decepção com a empresa pela maneira como foi tratado.

A rede social alijou o ex-presidente americano da plataforma na onda dos protestos de 6 de janeiro, que culminaram na invasão do Congresso dos Estados Unidos. O Twitter alegou risco de uma escalada de violência.

Musk está adquirindo o Twitter por US$ 44 bilhões. O bilionário sinalizou que quer promover a liberdade de expressão na plataforma.

Agência O Globo

Agência O Globo
Agência de notícias e de fotojornalismo do Grupo Globo.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.