Terremoto de 4,6 de magnitude registrado na Bahia assusta moradores

Tremores foram sentidos na manhã deste domingo em cidades do recôncavo baiano e até em Salvador

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Sociedade

O estado da Bahia registrou tremores associados a ocorrência de um terremoto neste domingo 30. De acordo com informações do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), os tremores foram identificados nas regiões de Amargosa e São Miguel das Matas e tiveram magnitudes de 4,2 e 3,7, respectivamente.

As regiões afetadas estão nas áreas do Recôncavo Baiano, Baixo Sul e Vale do Jiquiriçá. Não há registro de feridos – apesar dos relatos de moradores nas redes sociais mostrarem que o tremor pode ser sentido com certa intensidade.

O vídeo abaixo, registrado na cidade de São Miguel das Matas, mostra o momento em que produtos caem das prateleiras de um mercado devido ao sismo.

 

Outro vídeo mostra como uma câmera de rua flagrou o momento em que o sismo atingiu a área. A data indicativa mostra que as imagens são desse domingo às 7h44, horário indicado pelas centrais de monitoramento como moment dos tremores. Nos comentários, pessoas dizem que acordaram ao sentir o terremoto.

 

 

Em entrevista ao portal G1, o coordenador do Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Aderson Nascimento, afirmou que o sismo foi registrado pela rede mundial de acompanhamento de tremores e que atingiu a magnitude de 4,6 na escala Richter.

“Salvador fica a pouco menos de 100 km de Mutuípe e, com essa magnitude, ele certamente foi sentido em Salvador. Ele foi registrado em todas as estações da rede sismográfica brasileira, que a gente tem financiada pelo Serviço Geológico Brasileiro”, detalhou o pesquisador.

*Matéria em atualização

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem