PM agride mulher ao atender ocorrência de violência doméstica no RN

O comandante da Polícia Militar do estado, coronel Alarico Azevedo, afirmou que determinou o afastamento dos envolvidos

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Sociedade

Um policial militar agrediu uma mulher, que segurava o filho no colo, com tapas no rosto e a chamando de “cachorra”, após atender a uma ocorrência de violência doméstica no local. O caso aconteceu na quinta-feira 15 no município de Santo Antônio, no interior do Rio Grande do Norte.

No momento da abordagem, a vítima estava abrigada na casa vizinha quando policiais entraram em sua residência em busca do companheiro dela. A mulher corre em direção aos policiais e pede que não batam no agressor.

Um dos policiais sai da casa e passa a brigar com a mulher e diz ao marido: “meta a mão mesmo. Bata nessa cachorra. Essa cachorra merece apanhar mesmo”.

A vítima retruca e passa a ser agredida pelo policial, que a derruba no chão mesmo com uma criança no colo. Outro policial entregou o menino a outra pessoa enquanto as agressões físicas continuaram.

Em entrevista ao RN1, o comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, afirmou que determinou o afastamento dos policiais envolvidos. Ainda segundo a PM, o processo administrativo poderá resultar até em expulsão.

Assista ao vídeo:

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Estagiário de CartaCapital

Compartilhar postagem