“Na igreja não dá”, diz pastor André Valadão sobre casais homossexuais

Comissão da OAB-MG vai apurar a declaração. 'É uma questão de direito', diz presidente do órgão

Foto: Caroline Lima

Foto: Caroline Lima

Sociedade

O pastor e cantor gospel André Valadão irá ter uma fala apurada pela OAB de Minas Gerais após ser acusado de homofobia por um comentário nas redes sociais.

Ao responder uma dúvida sobre possível expulsão de um casal homossexual, o pastor afirmou que “na igreja, não dá” após reafirmar que o casal poderia “ir para um clube gay ou coisa assim”.

“Entendi. São gays. A igreja tem um princípio bíblico. E a prática homossexual é considerada pecado. Eles podem ir para um clube gay ou coisa assim. Mas na igreja não dá. Esta prática não condiz com a vida da igreja. Tem muitos lugares que gays podem viver sem qualquer forma de constrangimento. Mas na igreja é um lugar para quem quer viver princípios bíblicos. Não é sobre expulsar. É sobre entender o lugar de cada um”, respondeu Valadão.

 

 

A publicação foi feita na terça-feira 08, e foi apagada posteriormente após repercutir negativamente para o pastor, que tem mais de 2,5 milhões de seguidores.

Em entrevista ao portal G1, a vice-presidente da Comissão de Diversidade e Gênero da OAB-MG, Emilia Viriato, afirmou que a mensagem de Valadão “atingiu a coletividade”. “Nós vamos apurar os fatos, é uma questão de direito”, afirmou.

Em maio de 2019, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu enquadrar a homotransfobia na Lei de Racismo, que prevê de 1 a 5 anos de prisão, e julgou o Poder Legislativo como omisso em relação a votar uma lei específica para a proteção da comunidade LGBT+.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem