Luciano Hang, dono da Havan, está internado em São Paulo com Covid-19

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro, o empresário é crítico das medidas de distanciamento social e provocou aglomeração na pandemia

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Sociedade

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, está internado em um hospital da Prevent Sênior em São Paulo após testar positivo para a Covid-19.

 

 

Segundo o hospital, Hang não autorizou a divulgação de boletins médicos com a atualização de seu estado de saúde. A esposa do empresário, Andrea Hang, e a mãe dele, Regina Modesti Hang, de 82 anos, também estão internadas.

Apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro, Luciano Hang se opôs diversas vezes à adoção de medidas de distanciamento social para conter a disseminação do novo coronavírus. Uma de suas mais recentes críticas foi feita em novembro, quando se intensificavam os sinais da segunda onda da doença no Brasil.

“Quantos daqui pegaram coronavírus? Dois? Ok. Quantos tiveram problemas grave com o coronavírus? Estamos de portas abertas, tem gente trabalhando direto com o cliente, no caixa, e tá tudo bem. Por que uma escola está fechada? Que não queiram fechar novamente o nosso país”, disse o empresário, sem máscara, em uma gravação com funcionários.

Em dezembro, quando a prefeitura de Pelotas, cidade gaúcha distante 220 quilômetros da capital Porto Alegre, decidiu restringir atividades não essenciais por cinco dias, Hang liderou um protesto contra a medida e provocou aglomeração.

Em outubro, o empresário já havia recebido críticas por gerar aglomeração durante a abertura de uma unidade da rede Havan em Belém, capital do Pará. Circularam pelas redes sociais imagens que mostram pessoas amontoadas no interior do estabelecimento, muitas delas sem máscara.

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editor do site de CartaCapital

Compartilhar postagem