Sociedade

Fazendeiro acusado de abandonar búfalas em Brotas é preso em São Paulo

Luiz Augusto Pinheiro de Souza foi encontrado em São Vicente, no litoral. Ele era considerado foragido da Justiça

Créditos: Reprodução TV Globo
Créditos: Reprodução TV Globo
Apoie Siga-nos no

O fazendeiro Luiz Augusto Pinheiro de Souza, acusado de deixar mais de mil búfalas em situação de maus tratos em uma fazenda em Brotas foi preso na tarde da quinta-feira 27.

A Divisão de Capturas da Polícia Civil o encontrou em São Vicente, no litoral de São Paulo. Souza tinha tido a prisão decretada em dezembro de 2021 e era considerado foragido da Justiça. A Polícia não informou para onde o fazendeiro será levado.

Neste mês, um laudo da Universidade de São Paulo, elaborado em conjunto com a Universidade Estadual Paulista (Unesp), confirmou a suspeita da polícia de que os animais da propriedade foram vítimas de maus-tratos.

O documento também apontou apontou irregularidades ambientais na propriedade, como valas que eram utilizadas para o descarte de búfalas mortas, próximas a nascentes.

Souza foi denunciado pelo Ministério Público pelos crimes de maus-tratos, ameaça, falsificação de documentos e falsidade ideológica. Ele chegou a ser multado em mais de R$ 4 milhões e chegou a ser detido em novembro, mas saiu da cadeia após pagar fiança.

Voluntários que continuam atuando na fazenda para recuperar os animais comemoraram a prisão do fazendeiro.

O advogado de defesa do fazendeiro disse que os motivos da prisão preventiva são absolutamente infundados, mas que aguarda e respeita a Justiça.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.