Sociedade

Falta de comida atinge 1 em cada 4 famílias brasileiras, aponta o Datafolha

Entre os mais pobres e os desempregados, o percentual dos que relatam insegurança alimentar é ainda maior

Foto: Liliane Mutti/RFI
Foto: Liliane Mutti/RFI
Apoie Siga-nos no

Uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira 27 indica que 26% dos brasileiros – ou um de cada quatro cidadãos – não têm acesso à quantidade necessária de comida para alimentar sua família.

De acordo com a pesquisa, apenas 62% dos entrevistados disseram que os alimentos disponíveis em casa nos últimos meses foram suficientes para atender as necessidades das suas famílias. Outros 12% ainda disseram que sobrou comida.

O percentual de atingidos pela sensação de insegurança alimentar vai a 38% na faixa de renda mais baixa, aquela que recebe até dois salários mínimos. Entre os mais ricos, em que a renda supera dez salários mínimos, o volume que aponta essa mesma sensação é de 4%. Na faixa média de renda, de dois a cinco salários, é de 14%.

A pesquisa ainda revelou que moradores do Nordeste brasileiro são os que apontam em maior volume a falta de alimentos em casa. Ao todo, 32% dos nordestinos fizeram essa indicação ao instituto. O Norte também marca volume parecido: 30%. No Sul, Centro-Oeste e Sudeste a sensação de insegurança alimentar fica mais próxima ao resultado geral, variando entre 22% e 24%.

Em todos os casos acima, os percentuais oscilaram dentro da margem de erro do levantamento quando comparados ao mês de março, última vez que a pergunta foi feita pelo instituto.

Quase metade dos desempregados relatam falta de comida

Entre os brasileiros desempregados a sensação de falta de alimentos para abastecer a família é bem maior do que a média geral. Ao todo, 42% dos desempregados apontaram essa sensação de que não tinham comida suficiente para alimentar as pessoas da sua casa. Em março o percentual era de 38%.

A situação é mais grave também entre aqueles que já desistiram de procurar trabalho, chegando a 39% desta parcela de brasileiros. 38% das donas de casa também indicaram a mesma situação e 27% dos trabalhadores autônomos.

Para chegar aos resultados da pesquisa, o Datafolha ouviu 2,556 pessoas em todas as regiões do País. As entrevistas foram realizadas entre os dias 22 e 23 de junho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

 

Getulio Xavier

Getulio Xavier
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.